quarta-feira, 10 de junho de 2009

Um Deus Plenamente Confiavél.


Pr. Abimael Alves.



Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenha inveja dos que praticam a iniqüidade. Pois eles dentro em breve definharão como a relva e murcharão como a erva verde. Confia no Senhor e faze o bem; habita na terra e alimenta-te da verdade. Agrada-te do Senhor e ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor confia nele, e o mais ele fará. Salmos.37-1-5.

Todos os dias nós deparamos com pessoas que não temem a Deus, praticam o mal, transgridem as leis morais e divinas, mas, no entanto quando fazemos uma análise superficial, aparentemente são pessoas que estão dando certo, prosperam naquilo que fazem, tanto isso acontece que acaba até mesmo causando inveja em algumas pessoas, que deixam nascer por algum motivo, o desejo de estarem na mesma condição. Santo Tomás de Aquino dizia que a inveja é pecado mortal (portanto, imperdoável), com inúmeras filhas: “murmuração, detração, ódio, exultação pela adversidade, aflição pela prosperidade”.

Deus usa a vida do salmista Davi para nos aconselhar a frear este sentimento dentro de nós, ele nos revela que os constroem seus castelos em terreno arenoso, terão que velos em breve se desmancharem, todos que se preocupam com o crescimento mais esquecem dos alicerces, são como feijão que brotam em chumaço de algodão umedecido, brotam, espalham suas folhas, mas logo secarão porque não tem raízes, o brilho é como o brilho de um cometa, ele vem e supera tudo e todos com o seu brilho, mas logo passa e cai no esquecimento.

Ai ele vem e fala de confiança no Senhor, a falta de confiança é a grande geradora de sentimento de facciosos, como inveja, murmuração, maledicência, quando falta à confiança o relacionamento é quebrado; Quando separamos ao meio a palavra confiança (con/fiança),
Com- acrescenta, Fiança- algo dado como garantia. Então podemos ver que ninguém é tão confiável como Deus, que acrescentou no nosso relacionamento com ele, seu próprio filho que se deu como fiança, pagou o nosso resgate, houve um sacrifício vicário, houve um preço que foi pago. A confiança foi transformada em ato, revelando um caráter absolutamente confiável.

Fazer o bem é parte de um caráter plenamente confiante, porque fazer o bem é atributo que gera confiança. Muitas vezes as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas. Perdoe-as assim mesmo! Se você é gentil, podem acusá-lo de egoísta, interesseiro. Seja gentil assim mesmo! Se você é um vencedor terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros. Vença assim mesmo! Se você é bondoso e franco poderão enganá-lo. Seja bondoso e franco assim mesmo! O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora para a outra. Construa assim mesmo! Se você tem paz e é feliz, poderão sentir inveja. Seja feliz assim mesmo! O bem que você faz hoje, poderão esquecê-lo amanhã. Faça o bem assim mesmo! Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante. Dê o melhor de você assim mesmo! Veja você que, no final das contas é entre você e Deus. Nunca foi entre você e os outros! (Madre Teresa de Calcutá).

O conselho que chega até nós e que sejamos grato ao Senhor por tudo, que não sejamos murmuradores ingratos, que nos alegremos dEle e com ele, que estejamos plenamente satisfeitos com o Deus que ele é, que não fiquemos atrás de acrescentar nem tirar nada, que possamos dizer o Senhor me satisfaz!!!.

Então por entendermos e aceitarmos que Deus é plenamente confiável, o salmista da o mais havido e edificante conselho; Entrega o teu cainho ao Senhor... Ele faz um convite para que haja uma entrega, uma doação, um descansar nos braços de Deus, mergulhar de cabeça no oceano da graça redentora de Cristo e deixar que ele assuma o controle da nau.

A Deus toda honra e toda gloria.

Acesse: http://www.igrejarestauracaoevida.com/






Um comentário:

mandiinha [: disse...

basta somente CRER, ELE É COMPLETAMENTE CONFIÁVEL :), bjs